sexta-feira, 30 de julho de 2010

“Sim, nos Melhores Livros Buscai Palavras de Sabedoria”

Élder Ulisses Soares - Presidente da Área Brasil (Agosto/2009)

Élder Ulisses Soares. A oração dedicatória do Templo de Kirtland foi dada como revelação ao Profeta Joseph Smith. Nela, o Senhor nos advertiu a respeito de vários assuntos importantes que fazem toda diferença em nossa vida terrena. Em Doutrina e Convênios lemos, no versículo sete da seção 109: "E como todos não têm fé, buscai diligentemente e ensinai-vos uns aos outros palavras de sabedoria; sim, nos melhores livros buscai palavras de sabedoria; procurai conhecimento, sim, pelo estudo e também pela fé". Essa escritura nos exorta a desenvolver mais fé por meio da busca do conhecimento. E conhecimento é "entendimento e compreensão, especialmente da verdade, conforme ensinada ou confirmada pelo Espírito" (Guia para Estudo das Escrituras, p. 41).

A verdade somente pode ser compreendida depois de adquirida por meio da busca do conhecimento e confirmada pelo Espírito. A aplicação do conhecimento em nossa vida será motivada depois que conhecermos e compreendermos a verdade.

Para conhecer Deus e Jesus Cristo, precisamos estudar a respeito Deles e fazer Sua vontade. Quando fazemos a vontade de Deus e de Jesus Cristo, desfrutamos as bênçãos prometidas àqueles que são fiéis. O próprio Senhor disse a Joseph Smith: "Eu, o Senhor, estou obrigado quando fazeis o que eu digo; mas quando não o fazeis, não tendes promessa alguma" (D&C 82:10). Ao aplicar o conhecimento da verdade em nossa vida, desenvolvemos o atributo da sabedoria que, segundo o Guia das Escrituras, é a "capacidade ou dom de Deus de saber julgar corretamente" (Guia para Estudo das Escrituras, p. 186). Adquire-se sabedoria pela experiência, pelo estudo e seguindo os conselhos de Deus. Sem a ajuda de Deus, o homem não adquire a sabedoria verdadeira (ver Guia para Estudo das Escrituras, p. 186). É dessa forma que receberemos mais luz e alegria em nossa vida. Isso nos levará à presença de Deus e de Jesus Cristo, e com Eles poderemos viver felizes para sempre.

O mandamento do Senhor de "nos melhores livros [buscar] palavras de sabedoria" deve motivarnos a buscar conhecimento pelo estudo e pela fé nos bons livros, a aplicar esse conhecimento em nossa vida e, consequentemente, a obter o dom da sabedoria, que nos ajudará a seguir o caminho correto ao fazermos nossas escolhas e nossos julgamentos diários. Os melhores livros incluem em primeiro lugar as escrituras, as palavras dos profetas videntes e reveladores e qualquer coisa que seja "virtuosa, amável, de boa fama ou louvável" (Regras de Fé 1:13).

O evangelho de Jesus Cristo contém as verdades da salvação e inclui todas as verdades adquiridas pelo homem em sua busca pelo conhecimento. É interessante notar que o Senhor instruiu Seu povo, no início desta dispensação, a ganhar conhecimento a respeito das verdades do evangelho e também sobre "todas as coisas pertinentes ao reino de Deus, que vos convém compreender; tanto as coisas do céu como da Terra e de debaixo da Terra; coisas que foram, coisas que são, coisas que logo hão de suceder; coisas que estão em casa, coisas que estão no estrangeiro; as guerras e complexidades das nações e os julgamentos que estão sobre a terra; e também um conhecimento de países e reinos" (D&C 88:78-79).

Com a abundância de conhecimento que está disponível nos dias atuais, não só quanto ao evangelho, mas também quanto a tudo que seja amável, virtuoso, de boa fama ou louvável, temos a grande responsabilidade de buscar mais conhecimento "tanto [sobre] as coisas do céu como da Terra".

O próprio Senhor nos instruiu a respeito da necessidade de adquirir conhecimento, quando disse a Joseph Smith: "Qualquer princípio de inteligência que alcançarmos nesta vida, surgirá conosco na ressurreição. E se nesta vida uma pessoa, por sua diligência e obediência, adquirir mais conhecimento e inteligência do que outra, ela terá tanto mais vantagem no mundo futuro" (D&C 130:18-19).

As entidades governamentais têm demonstrado interesse em ajudar os cidadãos a desenvolver o desejo pela leitura e pelo aprendizado. Recentemente, recebemos do Ministério da Educação um livreto com o título: "Nenhuma criança brasileira vai crescer sem saber ler ou sem gostar de ler". Considero isso um bom incentivo para toda a comunidade de nosso país desenvolver maior interesse pela leitura e pelo aprendizado. Os pais têm uma grande participação nesse processo, pois podem ser bons exemplos para os filhos ao demonstrar interesse pela busca de tudo aquilo que é virtuoso por meio de bons livros. Lembro-me do incentivo que recebia de meus líderes na Igreja, durante minha infância e juventude, a respeito da leitura e do aprendizado por meio de bons livros. Éramos incentivados a ler histórias de "boa fama", escritas por bons autores e a transformar essas histórias em apresentações teatrais. Dessa maneira podíamos não só aumentar o interesse pela leitura de livros virtuosos, mas ao mesmo tempo desenvolver talentos provendo entretenimento saudável aos membros da Igreja. Às vezes, encontro-me com vários líderes daquela época e recordamos com saudade aqueles momentos cujas lições permaneceram em nosso coração e nos ajudaram a desenvolver o interesse em adquirir mais inteligência e conhecimento durante a vida.

Estamos vivendo os dias trabalhosos previstos pelo Apóstolo Paulo em sua epístola a Timóteo (ver II Timóteo 3:1-4). Os profetas modernos têm-nos instruído a respeito da importância de "[preparar] todas as coisas necessárias" (D&C 109:8), a fim de enfrentarmos os desafios desses dias trabalhosos. O Élder Robert D. Hales, do Quórum dos Doze Apóstolos disse: "Tenha a disposição de buscar instrução adicional e aprender novas habilidades, a despeito de sua idade" (Princípios Básicos de Bem-Estar e Autossuficiência, 2009, p. 3).

"Com conhecimento e sabedoria, pode-se discernir a verdade do erro e fazer escolhas melhores. Adquirese também maior capacidade de entender a Deus e as outras pessoas e de amá-los mais profundamente" (Manual de Instruções da Igreja, vol. 2, p. 257).

Para enfrentar os desafios de dias trabalhosos e deste mundo competitivo em que vivemos, necessitaremos de todo o conhecimento que pudermos obter, a fim de nos destacarmos e nos tornarmos uma influência positiva para os que nos rodeiam. Dessa maneira, traremos honra para nós mesmos e para nossa família. Seremos reconhecidos como homens e mulheres sábios, industriosos e de integridade. O próprio Salvador ensinou a respeito desse princípio no Sermão da Montanha, quando disse: "Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; (...) Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus" (Mateus 5:14,16).

O Salvador foi o exemplo perfeito em todas as coisas e, em especial, na questão de obter conhecimento intelectual. Em um dos poucos versículos do Novo Testamento que nos fala a respeito da infância Dele, lemos que Jesus foi encontrado por seus pais "no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os. E todos os que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas. (...) E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens" (Lucas 2:46-47,52). Em outras palavras, mesmo o Senhor aprendeu, cresceu e progrediu em conhecimento e sabedoria " também Ele cresceu intelectualmente.

Meus queridos irmãos e irmãs, ensinem sua família a respeito desse importante princípio, especialmente nos dias trabalhosos de hoje, que foram previstos pelos profetas. Fomos admoestados a adquirir conhecimento nos melhores livros. Presto-lhes meu testemunho de que isso nos beneficiará tanto espiritual como materialmente. Precisamos crescer em sabedoria e estatura perante Deus e os homens. Foi o próprio Salvador quem disse: "Devereis ser como eu sou" (3 Néfi 27:27).

Vamos sempre nos lembrar do ensinamento contido no hino da Primária, que diz: "Eu quero ser como Cristo, seguindo Seus passos vou (...)"(ver Músicas para Crianças, p. 40). Minha oração é que reforcemos nosso compromisso de tomar sobre nós o nome de Cristo e que reflitamos isso em nossa decisão de "nos melhores livros [buscar] palavras de sabedoria", e que nos tornemos como Ele é.

Nenhum comentário:

Postar um comentário